R.I.P.

24 março, 2011

após quase 3 anos o “jururu” chega ao fim.
porque o agora é tudo que tenho.

Anúncios

ordinárias

22 março, 2011

1 beijo de despedida.
2 cachorros passeando.
3 bom dias.
4 horas pra chegar no trabalho.
5 gramas de pó.
6 chicletes roubados.
7 blusas pra doar.
8 pedaços de chocolate.
9 doses de whisky.
10 tons de cinza.

e a saudades continua imensurável.

apatia

18 março, 2011

o tempo me disse “pra sempre” e eu acreditei.
mas envelhecemos e descobrimos o “nunca mais”.
o “nunca mais” é mais presente do que o “pra sempre”.

a dor

17 março, 2011

eu sabia que esse dia ía chegar, inevitavelmente a pessoa que te faz sorrir também te faz chorar.

suspiro

15 março, 2011

erramos porque também acertamos.

(…)

9 março, 2011

é questão de tempo: o que começa, acaba.

armadilha

9 março, 2011

no escuro não dá pra enxergar o que vale a pena,
porque no escuro só se enxerga mais escuro.